Bahia

Polícia investiga estupro contra irmãs com deficiência mental; pais consentiam abusos

A polícia civil informou ao G1 que as investigações começaram neste sábado (20) após a corporação ter acesso a um vídeo que mostram os abusos

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

A polícia civil investiga um crime de estupro contra duas irmãs, de 21 e 23 anos, com deficiência mental. O crime teria sido cometido em Várzea do Poço (BA), por um homem de 83 anos. Os pais das jovens consentiam os abusos sexuais em troca de dinheiro. As informações são do G1 Bahia

A polícia civil informou ao G1 que as investigações começaram neste sábado (20) após a corporação ter acesso a um vídeo que mostram os abusos. As imagens estão sendo analisadas.

Ainda de acordo com a polícia, os estupros ocorriam há anos na casa das vítimas e os pais das jovens consentiam o crime em troca de dinheiro. Além do suspeito, eles também devem ser indiciados pelo crime de estupro de vulnerável.

As pessoas envolvidas no caso estão sendo ouvidas pela polícia. O suspeito ainda não prestou depoimento e ainda não foi preso, já que não houve flagrante.