Bahia

Polícia prende 'Patrão', Sete de Paus do Baralho do Crime e terror de Itaparica

Operação policial cumpriu série de mandados judiciais e prendeu um dos chefões do tráfico na Ilha. CORREIO denunciou ações de criminoso

Redação Correio 24h

A Polícia Civil informou, na tarde desta quinta-feira (9), que o ‘Patrão’ está preso. Trata-se de Adilson Santana da Silva, 20 anos, o Sete de Paus do Baralho do Crime da Secretaria da Segurança Pública (SSP). Ele não foi para a prisão sozinho: outras 15 pessoas, suspeitas de envolvimento com o tráfico de drogas na Ilha de Itaparica, foram conduzidas à 19ª Delegacia (Itaparica) para serem interrogadas.

Como revelou o CORREIO em julho do ano passado, Adilson, que é integrante da facção Bonde do Maluco (BDM), é um dos traficantes que disputam o comando tráfico da Ilha de Itaparica e é um dos responsáveis pelo terror imposto na comunidade.

Foto: Mauro Akin Nassor/CORREIO/ Reprodução
Segundo fontes policiais da área, 'Patrão' controla o tráfico na Gameleira, Bom Despacho, além das Urbis de Baixo e de Cima, mas sua fortaleza é o bairro do Marcelino, que fica numa região de morros, atrás do supermercado Bompreço de Itaparica.  

Em 2013, já com mandado de prisão por tráfico de drogas e homicídio, a polícia tentou prender Adilson, que reagiu com seu bando, baleou um policial e conseguiu fugir. Ele se apresentou na delegacia depois com um advogado e ficou preso até o dia 4 de dezembro de 2015.  

Operação apreendeu forte armamento e drogas

A prisão, resultado de uma operação conjunta das polícias Civil e Militar, cumpriu ainda mandados de busca e apreensão em localidades da Ilha. Foi recolhido forte armamento em toda a operação, incluindo duas submetralhadora 9 mm, uma pistola ponto 40, uma pistola 380, uma espingarda calibre, um rifle 44, um revólver calibre 38, 70 cartuchos de diversos calibres, dois coletes balísticos e três carregadores para pistola.

A assessoria da Polícia Civil informou que os delegados responsáveis pela operação estavam trabalhando até o início da noite desta quinta-feira (9) e, por isso, não sabem informar se o armamento pertence a 'Patrão' e seu grupo ou se é parte do cumprimento de outros mandados.
Foto: Divulgação/Polícia Civil

Os policiais encontraram ainda 10 quilos de maconha, divididos em tabletes, um quilo de crack, meio quilo de cocaína, R$ 4.994 em espécie, duas balanças de precisão, um distintivo do Poder Judiciário, quatro câmaras de vídeo-monitoramento e um binóculo.  

Além da 19ª Delegacia, a operação contou com policiais do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), Departamento de Inteligência da Polícia Civil (DIP), das Delegacias de Simões Filho e Jaguaripe, cidades da Região Metropolitana de Salvador. Pela PM, atuaram equipes da Rondesp/RMS, 5ª CIPM, PETO, SOINT e Grupamento Aéreo da Polícia Militar (Graer).