Bahia

Prefeitura de Mata de São João restringe eventos e limita entrada de veículos; saiba mais

Medidas valem para destinos como Praia do Forte e Sauípe, pertencem ao município

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Nesta sexta-feira (18), a Prefeitura de Mata de São João publicou decreto com as novas medidas de prevenção ao avanço do coronavírus na região. Entre elas estão a proibições de eventos e limita o acesso de transportes de turismo. Medidas valem para destinos como Praia do Forte e Sauípe, pertencem ao município.

O decreto reforça medidas impostas pelo governo do estado depois do Ministério Público da Bahia (MP-BA). 

Os eventos e as atividades com público superior a 200 pessoas continuam proibidos em todo o município, mesmo que previamente autorizados. Enquadram-se nessas regras os eventos desportivos, religiosos, cerimônias de casamento, feiras, circos, eventos científicos, solenidades de formatura, passeatas e afins, bem como aulas em academias de dança e de ginástica.

Já a realização de shows, festas e afins, em espaços públicos ou privados, estão terminantemente proibidas neste período, independente da quantidade de pessoas. Essa medida também já havia sido anunciada pelo Prefeito Marcelo Oliveira, no início do mês, quando aderiu ao Decreto Estadual 19.586/20.

Além disso, vans, os ônibus e micro-ônibus identificados como veículos de turismo terão que cumprir condicionantes para ter acesso aos destinos de Mata de São João. Será solicitada a apresentação de autorização da Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba); acompanhamento por guia de turismo; apresentação de comprovante de pagamento das taxas municipais competentes; e a comprovação de reserva de hospedagem e/ou comprovação de agendamento prévio à equipamentos turísticos.

De acordo com informações da prefeitura da cidade, as atividades turísticas em Mata de São João voltarão gradativamente e respeitando um protocolo de retomada, com normas e regras de segurança sanitária para o funcionamento de cada atividade. O retorno acontecerá aos poucos, respeitando o comportamento da curva de contágio no município, no estado e no país.