Bahia

Professora é morta a mando do ex-sogro de seu companheiro

Mandante e executor do crime foram presos no último domingo (10)

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)


No último domingo (10), dois homens foram presos em em Juazeiro, Norte da Bahia,por suspeita de envolvimento no assassinato da professora Élida Márcia de Oliveira Nascimento Souza, 32 anos. O possível atirador e o mandante do crime (Railton Lima da Silva e Edivan Constantino de Morais) foram presos durante uma abordagem de rotina de policiais militares de Juazeiro, quando a motocicleta utilizada no crime também foi encontrada.

Élida Márcia de Oliveira foi assassinada enquanto saía para o trabalho em seu carro, na companhia do marido Lázaro Pinheiro e da filha dela, de 2 anos, no bairro do Alto do Alencar. Um dos criminosos que estavam numa moto, disparou cinco tiros na professora, que morreu na hora.

Élida e Constantino, mandante do crime Foto: reprodução e Ascom-PC / Tony Silva

O marido da vítima estava sentado no banco do motorista e se feriu apenas com estilhaços de vidro. Já a criança não sofreu ferimentos.

Imagens de câmeras de vigilância auxiliaram policiais da Delegacia de Homicídios de Juazeiro (DH/Juazeiro) e da 17ª Coorpin, na identificação do criminoso e da motocicleta utilizada no crime.

De acordo com as investigações, Railton confessou que Edivan Constantino encomendou a morte para que professora deixasse de ser um obstáculo para a filha dele. A filha de Edivan, que é ex-namorada do companheiro da professora, não aceitava o fim da relação, ocorrida antes da união do homem com Élida Márcia.

Edivan já tem passagem por homicídio. Os dois presos serão encaminhados para audiência de custódia e as investigações continuam.
Railton Lima da Silva, suspeito de atirar na professora (Foto:
Ascom-PC / Tony Silva)