Bahia

Professores da UNEB aceitam acordo e finalizam greve

Entre as conquistas da categoria está a liberação imediata de R$ 36 milhões para investimentos às estaduais baianas

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em


Os professores da Universidade do Estado da Bahia (UNEB) decidiram terminar a greve da categoria na tarde desta quarta-feira (12). A decisão de retomar as atividade foi tomada com base nas condições determinadas na reunião realizada na segunda-feira (10) com o governo.

Foto: Divulgação


Entre os acordos previstos, está a liberação imediata de R$ 36 milhões para investimentos às estaduais baianas e até 900 promoções docentes. Além disso, a possibilidade permanente de negociação com o governo do estado, válida até o fim da gestão de Rui Costa.

A expectativa em relação a continuidade dos debates é negociar as reivindicações ainda não atendidas, a exemplo da implementação das Dedicações Exclusivas, das passagens docentes e das garantias ao Estatuto do Magistério Superior. Esses diálogos devem começar em até 72h após o término da greve, e conta com a participação das secretarias da Educação, Administração, Fazenda e Relações Institucionais. A retomada das atividades deve acontecer na segunda-feira (17), visto que a categoria deverá participar da greve geral na sexta-feira (14).

Ainda segundo a ata da reunião, os salários atrasados dos docentes serão recebidos de forma parcelada. O salário de maio será recebido junto com o de julho, quando o plano de reposição de aulas for apresentado. Na sequência, o salário de abril será pago. Esse pagamento parcelado, no entanto, ainda é um descontentamento da categoria.