Bahia

Sem Réveillon: 'não acredito que seja possível', diz Secretário de Saúde da Bahia

Fábio Vilas-Boas ainda ressaltou que a realização de eventos depende do andamento da vacinação contra a covid-19

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Em entrevista para o Jornal A Tarde nesta segunda-feira (12), o secretário de saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, disse que não acha viável a realização de festas de fim de ano no estado. As comemorações estão suspensas desde março de 2020 em toda a Bahia e não há previsão de retorno.

“Eu acho que o Carnaval ainda é cedo para se tomar uma decisão. Réveillon eu particularmente não acredito que seja possível”, declarou o secretário. Segundo ele, a realização das festas está atrelada ao avanço da vacinação, que até então se mostra inconstante na Bahia.  “A gente tem visto o Ministério da Saúde avançar e recuar várias vezes, a gente não tem um cronograma, um calendário vacinal confiável”, afirmou.

O gestor ainda sugeriu que novas análises serão feitas cerca de 60 dias antes das duas datas comemorativas para definir a realização ou não das festas.

Evento teste

Apesar da declaração de Fábio Villas Boas, o prefeito de Salvador, Bruno Reis, irá realizar um evento teste na capital baiana. Até então, as informações são de que ele será realizado no dia 29 de julho e contará com 500 pessoas. 

A Prefeitura tenta ainda uma parceria com a Fiocruz para monitorar os participantes no pós evento. O objetivo é que os shows voltem a acontecer em breve na capital baiana.