Bahia

Sindicato denuncia esquema de prostituição dentro de cadeia em Salvador

Imagens em celulares apreendidos mostram a situação

Da Redação (redacao@portalibahia.com.br)

Uma denúncia do Sindicato dos Servidores Penitenciários da Bahia (Sinspeb) nesta sexta-feira (12) diz que garotas de programa estão entrando na Penitenciária Lemos Brito, no Complexo Penitenciário da Mata Escura.


Imagens em celulares apreendidos mostram a situação. Geonias Santos, presidente da Sinspeb, diz que é normal fazer levantamento de fotos e vídeos de celulares apreendidos e nos telefones apreendidos na unidade a fotos de mulheres em uma espécie de "catálogo", em poses sensuais. Nenhum caso de flagrante foi registrado até o momento, no entanto.


Há relatos de que os presos ligam pedindo a garota de programa, que comparece no horário de visita se passando por esposa, mas sequer sabe o nome direito do detento. "Dá para ver que não existe relação", conta. O esquema seria conhecido como "Disk Itapuã".


A Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap) disse que não recebeu nenhuma denúncia formal sobre o caso.Matéria Original:

Sindicato denuncia esquema de prostituição dentro de cadeia em SalvadorLeia Também:

MEC reconhece 87 novos cursos de mestrado e doutorado; Bahia tem quatro

Jovem consegue girar perna em 180º após retirada de câncer; vídeo impressiona