Bahia

Soteropolitano prudente: 87% das pessoas deixaram de beber e dirigir para usar aplicativos

De acordo com pesquisa realizada pelo Observatório Nacional de Segurança Viária, número moradores de Salvador que possuem esse comportamento é maior do que a média nacional

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Ao que tudo indica, os soteropolitanos estão procurando ter um comportamento mais prudente quando o assunto é bebida de direção. Segundo uma pesquisa divulgada pelo Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV), realizada pelo Datafolha com o apoio da Uber, 87% da população da região metropolitana de Salvador (RMS) que consome bebida alcoólica passou a usar apps de mobilidade ao invés de dirigir.

Foto: Reprodução
De acordo com o levantamento, Isso representa um número ainda maior que a média nacional de 68%, também identificada pelo levantamento. O objetivo da pesquisa é alertar para a campanha Maio Amarelo - iniciativa global que busca a sensibilização em relação à segurança no trânsito e redução de acidentes.

Na RMS, o número de acidentes fatais caiu em 54% desde 2012, de acordo com dados do portal de transparência da Transalvador. Para 85% dos entrevistados pelo Datafolha na região, os apps de transporte ajudaram na diminuição de mortes no trânsito causadas pelo consumo de bebida alcoólica e 87% concorda que apps de mobilidade deixaram o trânsito mais seguro.
Foto: Divulgação
A pesquisa aponta ainda que 83% dos moradores concordam que passaram a usar aplicativos de transporte para ir para festas, comemorações e bares e 87% acredita que a população passou a usar mais apps de mobilidade em vez de sair de carro quando consomem bebida alcoólica.

O principal motivo (48%) para os soteropolitanos utilizarem os apps de transporte é a segurança, seja por medo de assaltos ou acidentes envolvendo bebida e direção.

Outros motivos que levam à essa escolha, de acordo com a pesquisa, é a praticidade com 44%, tempo menor de viagem com 24% e horário da noite com 13% da opinião dos entrevistados. O levantamento também revelou que, para 61% da população, no passado, as pessoas bebiam e dirigiam por falta de opção de transporte.
Foto: Divulgação
De acordo com o levantamento, a utilização dos apps de mobilidade para ir a festas, restaurantes e comemorações chega a 49% entre os residentes das regiões metropolitanas do país. Para essas ocasiões, a pesquisa aponta que 40% dos soteropolitanos opta pelo aplicativo, o transporte público fica em segundo lugar com 22% e o carro ou motocicleta própria tem 19% da preferência.