Bahia

Suspeitos de atirar em jovem que beijava outro são presos

A vítima identificada como Marcelo Macedo levou um disparo no braço e três no abdômen

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br )
- Atualizada em

Um Policial Militar e mais dois homens, foram presos nesta sexta-feira (1º), suspeitos de agredirem e dispararem quatro tiros em um rapaz que trocou carinhos e beijou na boca de outro jovem. A vítima, identificada como Marcelo Macedo levou um disparo no braço e três no abdômen. De acordo com o G1 Bahia, o caso aconteceu em Camaçari (BA), no dia 20 de outubro. 

Foto: Reprodução/Instagram

Ainda segundo o G1, o PM identificado como Fredson Castro ficará custodiado no 12º Batalhão (BPM/Camaçari). Já os outros dois envolvidos no crime Maurício Ferreira e José Carlos Novaes serão levados para uma unidade do sistema prisional baiano. 

Antes do crime acontecer, os homens questionaram o rapaz,"se não tinha vergonha de fazer isso na frente de pais de família". 

A vítima que recebeu alta no dia 26 de outubro, escreveu nas redes sociais, na última sexta-feira (25) sobre o caso. "Não sei como será quando sair daqui. Temo pelos meus familiares. Estamos assustados em saber que quem atentou contra a minha vida está solto por aí, sua cara não está estampada em todos os jornais estando tão vulnerável como eu me encontro agora, botando a cabeça no travesseiro deitado na cama da sua casa e dormindo todos os dias tranquilamente".

"Me chamar de 'viado' não é ofensa. Tomar 4 tiros sim. Uma dor irreparável, além de física, emocional e psicológica. Não sei como será de agora em diante, não sei se serei mais o mesmo. Esse medo que estou sentindo irei carregar até o fim dos meus dias. Só peço proteção para mim e toda a minha família. Orem por mim!".

Em entrevista a TV Bahia, Marcelo falou que não conhecia os agressores e que pede Justiça. Ele destacou que o crime precisa ser punido para que outras pessoas não sofram com a violência por serem homossexuais.