Brasil vendeu mais de 3,6 milhões de PCs no primeiro trimestre


Uma pesquisa do instituto IDC Brasil divulgada nesta terça-feira (17) aponta que o Brasil vendeu mais de 3,6 milhões de computadores no primeiro trimestre de 2011. O crescimento é de 22% em relação ao mesmo período de 2010 e o país ocupa a quarta colocação entre os países que mais vendem computadores, atrás de Estados Unidos, Japão e China. O crescimento na procura de notebooks e de netbooks é um dos destaques da pesquisa. Do total de máquinas vendidas 49,5% são desktops e 50,5% notebooks. Destes, 68,6% foram destinados ao segmento doméstico, 26,9% ao corporativo e apenas 4,5% à soma de governo e educação. O IDC aponta que o mercado de notebooks cresceu 58% e o de desktops caiu 1,4% se comparado o mesmo período de 2010. No setor doméstico, o crescimento nas vendas foi de 33% em relação ao mesmo período de 2010, segundo o IDC. No segmento governo e educação, a redução na compra de computadores foi de 30%. “Em geral, os primeiros meses do ano apresentam um movimento menor de negociações entre fabricantes e canais já que o varejo inicia o ano abastecido por conta do Natal e realiza queimas de estoque nos meses seguintes. Porém, com a demanda aquecida nos segmentos doméstico e corporativo, a sazonalidade tem diminuído consideravelmente no mercado de PCs desde o terceiro trimestre de 2010”, afirma Martim Juacida, analista de mercado da IDC.