Brasil

Acidente que matou Gabriel Diniz foi causado pelo mau tempo e erros de pilotos

Cantor morreu em maio de 2019 aos 28 anos

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Condições meterológicas adversas e um erro do piloto foram as causas que levarem a queda da aeronave que transportava o cantor Gabriel Diniz. O cantor de 28 anos morreu no acidente que ocorreu em maio 2019, em Estância (SE). As informações são do elatório do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), da FAB, divulgado nesta quinta-feira (29). As informações são do G1 Sergipe.

No acidente aéreo morreram também também Linaldo Xavier e Abraão Farias, ambos pilotos. De acordo com a Cenipa, no momento da queda, apenas o rpimeiro pilito estava exercendo a função e teria tomado decisões consideradas erradas em virtude das condições meteorológicas do momento.

O documento aponta também que a aeronave, fabricada em 1974, não possui radar meteorológico e não era certificada para voar sob Regras de Voo por Instrumentos (IFR), sendo autorizada pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) operar em Condições de Voo Visual (VMC).


A investigação compreendeu que “não considerar os procedimentos previstos para se manter em condições de voo visuais concorreu para a exposição da aeronave a elevado risco de acidente”.

O G1 tentou entrar em contato com a família do piloto, mas até o momento não obteve retorno.