Brasil

Adolescente de 14 anos é estuprada por seis após 'social': 'durou cerca de 2 horas'

Vítima foi levada para a laje de uma casa em construção já inconsciente

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br )

Uma adolescente de 14 anos foi estuprada por pelo menos seis homens. O crime aconteceu na madrugada do dia 27 de setembro, no Morro do Cantagalo, na Zona Sul do Rio. Todos os acusados, sendo três menores de idade, alegaram que as relações sexuais foram de maneira consensual. O caso está sendo investigado pela 13° DP (Ipanema). As informações são da revista Época. 

A jovem saiu de casa com duas amigas, sem o consentimento dos pais, e foi até a localidade identificada apenas como Ladeira, onde jovens se reúnem para beber, ouvir música e conversar.

No local, elas encontraram com os suspeitos Dhonathan Moraes de Araújo Clementino, Robert de Souza Brandao Casciano, ambos de 18 anos; Danilo Luiz Cabral de Souza, de 19; além de três adolescentes, com idades entre 16 e 14 anos. Eles consumiram bebida alcoólica. 

Em um determinado, as duas meninas, que alegam não ter bebido, foram para outro lugar. E a vítima foi levada para a laje de uma casa em construção, onde ela teria sido abusada, já inconsciente, por cerca de duas horas. 

Em depoimento à polícia, a adolescente contou que quando retomou a consciência ela estava em cima de uma mesa sendo abusada por eles. 

A vítima foi encontrada duas horas depois pelas amigas. Ela foi levada para casa, chegando a desmaiar no caminho, e a mãe a levou para o Hospital municipal Miguel Couto, na Gávea, onde ela ficou internada por três dias.

De acordo com informações do delegado Felipe Santoro A Época, os depoimentos, o laudo pericial e as demais provas colhidas no inquérito corroboram a versão apresentada pela vítima.