Brasil

Adolescente é suspeita de passar perfume e atear fogo na irmã de 5 anos

Tia materna da vítima explicou que a suspeita não gosta da criança

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br )

Na última sexta-feira (31), uma menina de cinco anos sofreu queimaduras na região do rosto e a irmã da criança é acusada de ter ateado fogo propositalmente nele. O caso aconteceu na casa onde elas moram em Manaus, no Amazonas. As informações são do G1. 

De acordo com o G1 Amazonas, a irmã mais velha da vítima, de 23 anos, que socorreu a criança e

registrou a denúncia. Ela foi até a Delegacia Especializada em Proteção a Criança e ao Adolescente (Depca),  e informou que a criança havia sido lesionada com fogo por outra irmã, de 14 anos. Porém, foi orientada a registrar o caso na DEAAI por causa do envolvimento de uma adolescente como autora do crime.

Na denúncia, ela relatou que a suspeita passou perfume no rosto da vítima e, em seguida, com o uso de um isqueiro, ateou fogo na menina.

Em entrevista ao G1, a tia materna da vítima contou que soube do ocorrido pela sobrinha mais velha, que também contou que a própria mãe escondeu a criança para não levar ao hospital e evitar a polícia, por isso o caso só foi registrado na segunda-feira (3). Ela também explicou que a suspeita não gosta da criança.