Brasil

Adolescente, familiares e casal: saiba quem são as vítimas do acidente em Capitólio (MG)

Queda de cânion aconteceu último sábado (8); caso segue em investigação

Redação iBahia (redacao@ibahia.com )
- Atualizada em

Os dez mortos em Capitólio (MG) foram identificados. Entre as vítimas da queda da queda de um cânion há jovens, idosos, casais e familiares da mesma família. 

Na tarde do último sábado (8), os turistas que estavam em lanchas, no lago de Furnas, foram atingidos pela queda da rocha. A polícia confirmou a morte das dez pessoas que estavam na mesma embarcação, chamada Jesus. 

Conheça as vítimas do acidente: 

  • Júlio Borges Antunes, de 68 anos, natural de Alpinópolis (MG)

Antunes era pescador. Segundo familiares, ele nada muito bem e conhecia a região como ninguém. Nunca havia andado de lancha. Ele foi ao local a convite de um amigo de infância, Sebastião, que também morreu no acidente. O corpo foi enterrado no último domingo (9). 

  • Maycon Douglas de Osti, de 24 anos, natural de Campinas (SP)

O jovem estava no local com a namorada, Camila Silva Machado, de 18 anos. A mãe de Camila, Carmen, e o namorado dela, Geovany. 

Ele aproveitava o período de férias, como mecânico de caminhões, para conhecer a região de Capitólio. No dia do acidente, ele mandou uma mensagem de bom para a mãe com uma foto, curtindo o passeio com a namorada. 

O jovem morreu um dia antes de completar 25 anos.

  • Camila Silva Machado, de 18 anos, natural de Paulínia (SP)

 A jovem viajou junto com o namorado, a mãe e o namorado da mãe para Capitólio.

  • Carmen Pinheiro da Silva, de 43 anos, natural de Cajamar (SP)

Mãe de Camila, ela estava acompanhada do namorado, Geovany. Os pais dele, Sebastião e Marlene, e seu filho, o adolescente Geovany Gabriel também estavam na lancha. 

  • Sebastião Teixeira da Silva, de 64 anos, natural de Anhumas (SP)

Policial militar aposentado, ele estava acompanhado da esposa, Marlene, do filho Geovany e do neto. Ele era amigo de infância de Júlio. 

  • Marlene Augusta Teixeira da Silva, de 57 anos, natural de Itaú de Minas (MG) 

Dona de casa, estava junto com o marido, Sebastião, o filho Geovany e um neto na viagem.

  • Geovany Gabriel Oliveira da Silva, 14 anos, natural de Alfenas/MG

O menino estava acompanhado dos avós, Sebastião e Marlene. No sábado, ele deixou a cidade onde morava, Serrania, na região de Poços de Caldas, para fazer o passeio com a família. 

  • Geovany Teixeira da Silva, 38 anos, natural de Itaú de Minas/MG

Pai do adolescente, ele estava com os pais na viagem a Capitólio, e a namorada Marlene. 

  • Tiago Teixeira da Silva Nascimento, 35 anos, natural de Passos/MG 

Sobrinho de Sebastião e Marlene, ele acompanhava a família. 

  • Rodrigo Alves dos Anjos, 40 anos, natural de Betim/MG

Era o piloto da lancha. De acordo com a Polícia Civil, ele tinha cursos de pilotagem e tanto a licença de navegação dele, quanto as da lancha, estavam em dia. 

A filha de Rodrigo, Milena Rodrigues Alves dos Anjos, de 21 anos, disse ao UOL que o pai era um piloto experiente. Ele trabalhava há 12 anos com navegação e estava havia quatro anos atuando em Capitólo. 

O compadre Leandro Eduardo Silva, também disse que Rodrigo amava o que fazia e que pediu para trocar de lancha com outro piloto pouco antes de saírem. 

As informações são do UOL.

Investigação do caso

Ainda não se sabe o que provocou o descolamento do paredão de pedras no Lago de Furnas. Além da Polícia Civil, a Marinha informou que um inquérito será instaurado para apurar as causas do deslizamento.

O prefeito de Capitólio, Cristiano Geraldo da Silva, disse em entrevista coletiva que nunca havia ocorrido acidente como este e que não há um estudo ou análise geológica sobre os paredões. O local está interditado.