Brasil

Adolescente morre com tiro no peito ao tentar tirar selfie com arma de PM

Pistola pertence a pais de amiga de Santhiago Camargo, de 16 anos, que deu o disparo acidental, segundo testemunhas

Agência O Globo
O adolescente Santhiago Camargo, de 16 anos, morreu com um tiro no peito quando tentava tirar uma selfie segurando uma arma de um policial militar no fim da tarde desta sexta-feira em Cidade Líder, Zona Leste de São Paulo.
O acidente aconteceu no apartamento de uma amiga de Santhiago, que é filha de um casal de policiais militares. Os jovens aproveitaram a ausência dos adultos em casa e encontraram a pistola calibre .40, que pertence à PM.
Além de Santhiago e da filha dos policiais, um terceiro adolescente estava no apartamento. Os dois jovens disseram á polícia que Santhiago pegou a arma no quarto dos pais da amiga. Ele teria parado em frente a um espelho e apontado a pistola na direção do seu peito para tirar uma foto com o celular.
Nesse momento, ocorreu o disparo, que o matou na hora.
O boletim de ocorrência, obtido pelo telejornal "SPTV", da TV Globo, relata que, em uma análise inicial, a trajetória da bala confirma a tese de disparo acidental.
Em depoimento, o policial militar a quem pertencia a arma disse que a deixou guardada dentro de uma caixa na parte superior de um armário, atrás de outros objetos.
A pistola e os celulares dos adolescentes foram encaminhadas para a perícia. De acordo com a PM, o caso foi registrado como morte suspeita de cunho acidental no 53º Distrito Policial (DP), Parque do Carmo.