Brasil

Advogado é preso suspeito de se masturbar na frente da filha de nove anos

O ato foi filmado por uma testemunha

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

No último sábado (14), um advogado de 51 anos foi preso suspeito de se masturbar na frente da filha dele, de nove anos. O caso aconteceu em  Barra do Garça, no Mato Grosso. De acordo com informações do G1 MT, uma testemunha gravou um vídeo do crime e levou até a polícia. O nome do advogado não foi divulgado.

Conforme informações da polícia, o homem foi preso com base no Artigo 218-A do Código Penal, o qual estabelece que é crime "praticar, na presença de alguém menor de 14 anos, ou induzi-lo a presenciar, conjunção carnal ou outro ato libidinoso, a fim de satisfazer lascívia própria ou de outrem". A pena de prisão pode ser de até quatro anos.



Não será arbitrada fiança ao suspeito, pois há requisitos necessários para a decretação da prisão preventiva.