Brasil

Aluna se recusa a abrir câmera e professor oferece ponto para vê-la nua

Professor disse que a situação não passou de uma "brincadeira"

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br )

Uma aula online da disciplina de direito penal da Faculdade de Direito de França, em São Paulo, deu o que falar nas redes sociais. Na ocasião, o professor ofereceu meio ponto para uma aluna abrir a câmera. Ela havia tido que estava sem roupa. As informações são do jornal O Dia. 

Ao receber o pedido para abrir a câmera, a aluna disse “É que eu ia tomar banho e estou sem roupa, não posso abrir". Depois, o docente falou "Meio ponto para você abrir a câmera". A jovem explicou que isso "não vale meio ponto" e que estuda. 

Em entrevista ao portal GCN, o professor disse que a situação não passou de uma "brincadeira". A estudante envolvida na situação contou que não considerou ter sofrido assédio. O ocorrido está sendo investigado pela instituição.  

"Comunico que, até segunda ordem minha, se houver, em razão de uma brincadeira ocorrida ontem, inter partes, e que tem gerado incômodo, por meio de comentários maldosos, a uma colega, todos os alunos, diurno e noturno, estão sem os dois pontos de trabalho", explicou o professor através de um comunicado enviado aos alunos.