Brasil

Amigo tentou salvar jovem que morreu após cair de pedra durante selfie: 'Tive que deixá-la'

"Eu estava muito machucado, e não conseguia segurá-la", desabafou o jovem de 20 anos

Redação Correio 24h

O jovem Gabriel Kaeriyama, de 20 anos, foi um dos jovens que estavam com a adolescente Franciene Pellegrini de Oliveira, 13, que morreu depois de cair de pedra enquanto tirava selfie em Santos, no litoral paulista. Ele conta que conheceu a jovem em uma festa no dia anterior.Em entrevista ao 'G1', ele afirma que tinha ido até a trilha da Ilha com uma prima de Franciene. Quando estava voltando, os dois encontraram a adolescente e mais uma amiga e decidiram ficar mais um tempo no local.

Adolescente tirava fotos e selfies com amigos quando onda atingiu o grupo
(Foto: Reprodução)

Na ilha, o grupo começou a tirar fotos e selfie. Porém, uma onda mais forte acabou atingindo os amigos, que escorregaram e foram jogados no mar. Levada pela correnteza, Franciene se afogou.Gabriel conta que ainda tentou salvar a menina. "Quando vi, ela [Franciene] já estava muito longe, mesmo assim tentei resgatá-la. Nadei e consegui chegar até ela. Quando estávamos perto, a correnteza nos jogou contra as pedras, várias vezes. Eu estava muito machucado, e não conseguia segurá-la. Achei que ia morrer junto, foi nesse momento que tive que deixá-la", lamenta.Ele conta ainda que foi salvo por um casal que também visitava o local e que não teria conseguido se salvar sozinho. "Por momentos achei até que iria morrer", confessou.

Correio24horas