Brasil

Anitta se pronuncia sobre assassinato de bailarino de 'Vai Malandra'

No clipé, Rodrigo era responsável por passar óleo em mulheres

Agência O Globo
- Atualizada em

 A cantora Anitta usou o Twitter nesta terça-feira (10) para se pronunciar sobre o assassinato do bartender Rodrigo Motta. Os dois se conheceram durante a gravação do clipe "Vai malandra". Nele, Rodrigo era responsável por passar óleo em mulheres (incluindo a "Poderosa") que usavam biquínis de fita isolante.

Foto: reprodução
"Meus sentimentos à família e amigos do Rodrigo Motta que participou do meu clipe de 'Vai malandra'. Recebi essa notícia pela Internet e fiquei estarrecida. Matar ou morrer virou algo banal no Rio de Janeiro. Isso tem que acabar", escreveu Anitta."Logo que o clipe foi lançado, Rodrigo ganhou fama pelo corpo escultural. Depois, assinou contrato com agência de modelo, fez trabalhos pontuais, sem deixar o seu trabalho no Bar da laje, no Vidigal, Zona Sul do Rio. Nas redes sociais, o bartender agradeceu Anitta pela oportunidade."Meu #tbt eu dedico a Anitta, esta pessoa maravilhosa, que me deu esse maravilhoso presente", escreveu Rodrigo recentemente, mantendo o mesmo sentimento do que escreveu quando o clipe foi lançado, em dezembro de 2017: "Talvez não existam palavras suficientes e significativas que me permitam agradecer a você com justiça, com o devido merecimento, Anitta. Mas é tudo que posso fazer, usar palavras para agradecer".