Brasil

Anvisa libera importação de 6 milhões de doses da CoronaVac

Vacina teria 46 milhões de doses adquiridas, mas processo foi barrado por Bolsonaro

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) liberou a importação de 6 milhões de doses da vacina CoronaVac, que tem origem chinesa e é produzida pelo Instituto Butantan, localizado em São Paulo. As informações são do G1.

A vacina está na terceira fase de testes. Na última terça-feira (20), o Ministro da Saúde Eduardo Pazuello chegou a anunciar uma negociação para adquirir 46 milhões de doses da CoronaVac, mas a decisão desagradou o presidente Jair Bolsonaro e foi cancelada. Pazuello afirmou depois que "não há intenção de compra" na ocasião.

O pedido inicial foi feito pelo governo de São Paulo para 6 milhões de doses virem prontas da China e outras 40 milhões terem o material importado para serem produzidas no Butantan. No entanto, essa segunda remessa não é tratada na decisão da Anvisa.