Brasil

Após agredir esposa, compositor de músicas de Xand Avião é preso em flagrante

De acordo com o Uol, ele espancou a esposa Wilma Alves da Silva em um hotel no Maranhão, mas foi liberado após pagar fiança

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

No último final de semana, o cantor e compositor Francisco de Paula Moura, mais conhecido como Paulynho Paixão, foi preso em flagrante ao ser enquadrado na Lei Maria da Penha. O compositor é responsável por hits como 'Nota Dez' e 'Agora e Sempre', gravados por Xand Avião e, de acordo com o Uol, ele espancou a esposa Wilma Alves da Silva em um hotel no Maranhão, mas foi liberado após pagar fiança.

Foto: Reprodução | Instagram

Ainda segundo o portal, ela conseguiu fugir do quarto do hotel, mas estava ensanguentada após ser atingidas com socos, chutes e ter sido atingida por uma cadeira. De acordo com o registro da PM, por volta das 4h30 de domingo, a mulher chegou a pé à delegacia de Bacabal e pediu ajuda a uma guarnição do 15° Batalhão da PM (Polícia Militar), que estava conduzindo um preso. Ele negou a agressão.


Conforme a nota, em 2011 Paulynho foi detido suspeito de agredir uma namorada de 16 anos dentro de um carro. A jovem estava ensanguentada e ele alegou que ela havia se machucado com uma freada. Em 2017, o artista estava dormindo nas ruas em São Paulo, sem contato com a família, e justificou que ficou naquela situação por ser usuário de drogas e alcoólatra. Ele pediu ajuda e ganhou tratamento de desintoxicação de um programa de televisão.