Brasil

Após meses namorando à distância, jornalista é pedida em casamento em avião

A cena foi registrada num vídeo divulgado pelo casal em suas redes sociais

Louise Queiroga, da Agência O Globo
Depois de meses sem ver o namorado, que está morando em Portugal, a jornalista Dhieny Arêbalo, moradora de Goiânia, se surpreendeu com a presença dele na conexão que a levou de Lisboa à cidade do Porto nesta terça-feira. E isso não foi tudo. O rapaz utilizou o sistema de comunicação da aeronave para pedi-la em casamento. Lucas Dellamare inclusive pôde alterar a numeração da poltrona dela com a ajuda da equipe do voo 1944, da TAP AIR Portugal, para que, assim, ficassem lado a lado durante o trajeto de aproximadamente uma hora.
A cena foi registrada num vídeo divulgado pelo casal em suas redes sociais nesta terça-feira. Dada a resposta afirmativa, é possível escutar a comemoração dos demais passageiros, que se mantiveram atentos durante todo o discurso do jovem, também jornalista.
"O registro desse dia incrível que ficará marcado pro resto de nossas vidas, compartilhamos aqui com vocês, nossos familiares e amigos que acompanharam essa linda história de um amor à distância, mas sem estar distante", escreveu Dhieny na legenda do vídeo no Instagram. "Eu nunca poderia imaginar que seria surpreendida dessa forma. Meu amor, você escolheu me surpreender com a melhor surpresa da minha vida".
A jornalista relatou que estava cansada da longa viagem do Brasil para Portugal e viveu momentos de estresse para não perder o voo de conexão para a cidade do Porto. "Entrei às pressas e pediram pra trocar meu cartão de embarque porque havia alteração na marcação de poltrona. Até então tudo bem, sentei no lugar reservado e anunciaram meu nome...", contou na rede social, referindo-se ao momento em que Lucas a chamou pelo sistema de comunicação do avião.
Ele frisou que "tudo foi minuciosamente calculado" para que conseguisse fazer o pedido de casamento dessa forma inesperada. "Eu precisava chegar a tempo em Lisboa, embarcar no mesmo avião em que ela estava, não ser visto por ela nem no aeroporto, nem na sala de embarque e nem antes do pedido... era uma missão quase impossível! Por pouco ela não perdeu a conexão, por pouco não dei de cara com ela no finger (passarela entre o terminal de embarque e a aeronave), por pouco não consegui a reserva para estar ao lado dela naquela que seria a primeira grande viagem das nossas vidas: o noivado. Apesar de muitos 'por pouco', por muito ela disse sim! Por muito amor, construído na amizade, companheirismo e presença ao longo dos últimos cinco anos", comemorou o rapaz, acrescentando a hashtag "#ElaDisseSim" e um agradecimento à companhia aérea pelo apoio à sua iniciativa.