Brasil

Após prisão do goleiro Jean, mulher pede: 'Respeitem o momento delicado'

Milena Bemfica, que ainda está nos Estados Unidos, afirmou que está 'procurando ficar bem'

Agência O Globo

A mulher do goleiro Jean, do São Paulo, voltou a se pronunciar após a prisão do jogador por agressão, na madrugada de quarta-feira, em Orlando, na Flórida, nos Estados Unidos. Na mesma rede social na qual pediu socorro depois de levar socos no rosto, Milena Bemfica afirmou que está "procurando ficar bem" e ainda pediu para que todos "respeitem esse momento delicado".

Fotos: Reprodução/Orange County

Longe da família, já que foi passar férias com o marido e as duas filhas na Disney, a jovem ainda alertou para fakes news que apareceram sobre a história e o casal. "Meus amores. Eu estou procurando ficar bem. Quero agradecer a todas as mensagens positivas, todo apoio e carinho. Mas também quero pedir que respeitem esse momento delicado! Estou em outro país, longe da minha família e as fofocas e fakes só atrapalham as coisas. Por favor, não espalhem mentiras e não semeiem o ódio. Deus sabe de todas as coisas e ele tem sido a minha força e o meu sustento", escreveu no Instagram Stories.

Entenda o caso

Na madrugada desta quarta-feira, a mulher do jogador, Milena Bemfica, publicou diversos vídeos no Instagram Stories para mostrar o seu rosto machucado e pedir ajuda. Depois, ela apagou as imagens das redes sociais, mas usuários já haviam viralizado todas as gravações.

Jean foi preso e algemado pelo Departamento de Correções do Condado de Orange. O Boletim de Ocorrência aponta que ele foi detido por violência doméstica às 9h27 no horário de Brasília.

O site "Globoesporte.com" teve acesso à íntegra do boletim de ocorrência que relata que o arqueiro deu oito socos na esposa. A jovem ainda jogou uma chapinha no marido, o deixando com uma machucado na perna. Mas o policial que atendeu a ocorrência encaminhou Jean para a penitenciária do Condado de Orange e não apresentou acusações contra Milena, por entender que ela agiu em legítima defesa.

Nesta quinta-feira, está marcada uma audiência do goleiro Jean às 15h (horário de Brasília). A Justiça dos EUA irá definir se o caso de agressão do jogador de 24 anos é passível de fiança ou não. O São Paulo, por sua vez, já decidiu rescindir o contrato do goleiro, que iria até dezembro de 2022.