Brasil

Atiradores eram antigos alunos da escola em Suzano, afirma secretário

Nomes das oito vítimas fatais foram divulgados; atiradores cometerem suicídio após o crime

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Os dois assassinos responsáveis pelo massacre na escola estadual Raul Brasil, em Suzano (SP), que deixou oito pessoas mortas e nove feridos, são alunos antigos da unidade de ensino. A informação foi passada pelo secretário de Segunda Pública, João Camilo Pires Campos, durante uma coletiva realizada na tarde desta quarta-feira (13).

Luiz Henrique de Castro, de 25 anos, e Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos
De acordo com Campos, ainda não se sabe o que motivou o massacre. "É a grande busca: qual foi a motivação dos antigos alunos", disse Campos. Buscas na casa dos assassinos aconteceram e recolheram pertences deles".

Os atiradores, que se suicidaram após o crime, são Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, e Luiz Henrique de Castro, de 25 anos. O mais novo deixou a escola no ano passado após passar por 'problemas', mas o secretário não disse com clareza se ele saiu por conta própria ou foi expulso da instituição.



As oito vítimas fatais são:
Marilena Ferreira Vieira Umezo, coordenadora pedagógica
Eliana Regina de Oliveira Xavier, funcionária da escola
Pablo Henrique Rodrigues, aluno
Cleiton Antonio Ribeiro, aluno
Caio Oliveira, aluno
Samuel Melquíades Silva de Oliveira, aluno
João Vitor Ramos Lemos, aluno
Jorge Antonio de Moraes, comerciante, morto antes da entrada dos assassinos na escola; ele é tio de Guilherme, um dos assassinos

Os nove feridos são:
Leticia Melo Nunes
Samuel Silva Felix
Beatriz Gonçalves
Anderson Carrilho de Brito
Murilo Gomes Louro Benite
Jennifer Silva Cavalcanti
Leonardo Vinicius Santana
Adna Bezerra
Guilherme Ramos