Brasil

Atriz tenta proteção policial após agressões do marido: 'praticamente não durmo'

Em entrevista ao G1, Cristiane Machado contou também que outras mulheres a procuraram para falar de outros casos de violência do empresário

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

A atriz Cristiane Machado, que divulgou no último domingo (18) durante o 'Fantástico' as imagens das agressões do marido, revelou ao G1 Rio de Janeiro que está com medo de ser morta e pediu proteção policial do estado. Ela disse também que teme que sua família seja assassinada pelo empresário e ex-diplomata Sergio Schiller Thompson-Flores.

Foto: Reprodução
“Estou com muito medo. Estou me sentindo totalmente coagida. Meu advogado está tentando até proteção policial para mim”, afirmou a atriz ao G1.

“Vamos apresentar um aditivo à denúncia com uma relação de bens da minha cliente que foram destruídos por ele. Ele destruiu computador, celular, joias, roupas e até mesmo o HD com toda a vida de atriz dela”, relatou o advogado da vítima, Sylvio Guerra

De acordo com Sylvio, os itens foram destruídos antes da prisão preventiva ter sido decretada, no dia 31 de outubro. O registro do caso tem como principal objetivo reforçar à Justiça o comportamento violento do empresário.

Cristine disse ainda que, após a divulgação das imagens das agressões (em uma delas, Sérgio tenta enforca-la com o cabo do carregador do telefone celular), outras mulheres a procuraram para falar da agressividade do empresário.


“Como ele é um homem com muito poder, ele pode se utilizar de várias situações que podem me colocar mais em perigo ainda”, afirmou Cristiane.

“Algumas mulheres vieram falar comigo que não foi a primeira situação em que ele agrediu mulheres. Mas essas pessoas, até uma vizinha, inclusive, eu não cheguei a conversar direito, não tive tempo hábil para saber o que passaram exatamente com ele. Mas ficou claro que isso já é uma coisa recorrente, mas ainda não tenho como provar”, contou a atriz ao G1. Ela não quis dar mais detalhes dos conteúdos das conversas. O G1 tentou entrar em contato com a defesa de Sergio Schiller Thompson-Flores, mas não obteve resposta. Ao Fantástico, a defesa do empresário enviou uma nota e negou que as agressões tenha ocorrido e consideram ilegal o mandato de prisão por causa do descumprimento da medida protetiva pois, segundo ela, durante os meses de setembro e outro o casal estava em harmonia.

Os advogados ainda afirmaram ainda que o processo judicial é motivado por interesse financeiro e que as imagens divulgadas foram manipuladas e representam uma reação tomada anteriormente pela atriz.