Brasil

Avó é presa por ter aliciado sexualmente a neta em troca de favores e bens materiais

Segundo a polícia, os abusos se davam em troca de compras em supermercado, reformas na casa e alguns móveis

Agência O Globo

Uma idosa foi presa preventivamente em Canoas (RS), na manhã desta quarta-feira (13), sob a suspeita de ter aliciado sexualmente sua neta desde que a vítima tinha 13 anos, em troca de favores e bens materiais. Segundo a Polícia Civil do Rio Grande do Sul, a vítima estava sob a guarda da acusada.

"A avó materna, que possuía sua guarda, proporcionava os encontros da neta com um homem de 60 anos, que já está preso desde o ano passado pelo mesmo fato. Os abusos se davam em troca de compras em supermercado, reformas na casa e alguns móveis, permitindo que a vítima fosse estuprada constantemente", disse o delegado Pablo Rocha.

A adolescente contou com detalhes o que viveu durante esses anos, inclusive que ganhava dinheiro do acusado e que os encontros aconteciam na residência da avó, sendo que esta estava sempre presente. Informou, ainda, que a idosa lhe fazia tomar anticoncepcionais.

Segundo Rocha, "a prisão foi eficiente e necessária para que os estupros fossem impedidos" e "novas investigações serão feitas".


O diretor da 2ª Delegacia de Polícia Regional Metropolitana (2ª DPRM/Canoas), delegado Mario Souza, esclareceu que "os crimes sexuais contra menores devem ser tratados de forma emergencial e com absoluta energia, pois envolvem pessoas em formação e situação de risco com possibilidades de sequelas graves em suas vidas".