Brasil

Bebê é mordido 14 vezes dentro de creche particular: 'quase arrancou pedaço'

Mãe informou que registrou um boletim de ocorrência e o garoto foi submetido a exame de corpo de delito

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Um bebê de 1 ano e 6 meses levou 14 mordidas pelo corpo em uma creche particular. Ao G1 Roraima, a mãe da criança, que não quis se identificar, disse o garoto estava em seu primeiro dia de aula, quando ela recebeu uma ligação de uma funcionária da escola, avisando que o bebê havia sido mordido por uma colega de classe. Ainda durante a entrevista, a mãe informou que registrou um boletim de ocorrência e o garoto foi submetido a exame de corpo de delito.

Foto: Reprodução/Acervo Pessoal

 “Disse que não foi grave e não havia marquinhas. E me falou que a professora estava pedindo minha presença na creche. Saí do meu trabalho e fui lá, junto com meu marido. Era o primeiro dia de aula dele”, contou. Ao portal de notícias, a creche disse que prestou total apoio aos pais e ao bebê.

Ao chegar à creche, a mãe disse que o bebê estava sem chorar, mas acuado no colo da professora. Ao ver a cena, a mãe disse ter começado a gritar.

 Foto: Reprodução/Acervo Pessoal

“Eu o peguei. A professora veio se justificando, dizendo não ter tido culpa, e que, em um momento, se virou por um instante e outra criança da sala mordeu ele. Vi três mordidas no braço direito e duas na bochecha direita. Quando virei ele de lado, vi mais hematomas no braço. Quase arrancou um pedaço dele. Meu filho estava todo inchado”, afirma a mãe. O bebê foi levado a um hospital pela mãe.