Brasil

Bolsonaro declara apoio a Danilo Gentilli, condenado por ofender deputada do PT

Após a divulgação da sentença, a deputada Maria do Rosário comemorou a decisão em seu perfil do Twitter

Agência O Globo

O presidente Jair Bolsonaro manifestou solidariedade ao apresentador e comediante Danilo Gentilli através da sua conta no Twitter nesta quinta-feira. Gentilli foi condenado a 6 meses e 28 dias de detenção em regime semiaberto pelo crime de injúria praticado contra a deputada federal Maria do Rosário (PT-RS). O apresentador poderá recorrer em liberdade.

A sentença proferida pela juíza federal Maria Isabel do Prado, da 5ª Vara Federal Criminal de São Paulo, na quarta-feira (10), se refere ao vídeo onde o humorista aparece rasgando a notificação extrajudicial enviada pela deputada e esfregando-a nas partes íntimas.

Na sentença, a juíza não aceitou o argumento da defesa de Gentilli que justificou o vídeo como uma peça humorística e sem intenção de ofender a honra da deputada. Após a divulgação da sentença, a deputada Maria do Rosário comemorou a decisão em seu perfil do Twitter.

Além do presidente, seu filho, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), também se solidarizou com o humorista em seu perfil no Twitter. Outros artistas que trabalharam com Gentilli também manifestaram apoio ao apresentador nas redes sociais.

Além do presidente, seu filho, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), também se solidarizou com o humorista em seu perfil no Twitter. Outros artistas que trabalharam com Gentilli também manifestaram apoio ao apresentador nas redes sociais.