Brasil

Brasil tem 34 casos confirmados do novo coronavírus, 19 deles em SP

Novo boletim do Ministério da Saúde contabilizou mais três casos em SP, além de cinco no RJ e um no RS, que já haviam sido anunciados pelos estados; pacientes suspeitos caem para 893

Agência O Globo

O número de casos confirmados do novo coronavírus (Sars-CoV-2) no Brasil subiu de 25 para 34. São 893 casos suspeitos, segundo boletim divulgado pelo Ministério da Saúde nesta terça-feira (10).

Foto: Agência Brasil
A Secretaria de Saúde do Rio Grande do Sul havia confirmado na manhã desta terça-feira o primeiro caso do novo coronavírus em território gaúcho. É um homem de 60 anos que viajou recentemente à Itália, o segundo país mais afetado pela epidemia no mundo, e residente de Campo Bom, na Região Metropolitana da capital Porto Alegre. Foi o único estado novo na lista.

Como os cinco casos confirmados pela Secretaria de Saúde fluminense na segunda-feira foram divulgados após o fechamento do boletim do Ministério da Saúde, o Brasil tinha, oficialmente, 25 casos confirmados. Somados os casos do Rio de Janeiro e do Rio Grande do Sul, o país já contava com 31 casos confirmados na manhã nesta terça.

Os casos confirmados pelo ministério são: um em Alagoas, dois na Bahia, um em Minas Gerais, um no Espírito Santo, oito no Rio de Janeiro, 19 em São Paulo, um no Rio Grande do Sul e um no Distrito Federal.


Moradora do DF piora
O estado de saúde da moradora de Brasília com o novo coronavírus piorou. Ela ainda conta com "suporte ventilatório e hemodinâmico", ou seja, aparelhos a ajudam na respiração e circulação do sangue. As informações são de boletim médico divulgado pela Secretaria de Saúde do Distrito Federal no início da tarde desta terça-feira.

Segundo a nota, o quadro dela é grave e instável. A mulher de 52 anos viajou pela Inglaterra e a Suíça. Além do novo coronavírus, ela tem um quadro de "comorbidades", ou seja, outras doenças que, segundo a Secretaria de Saúde, "agravam o quadro clínico".

"Paciente segue internada em isolamento na UTI do Hospital Regional da Asa Norte, em estado grave, instável, com suporte ventilatório e hemodinâmico.  Ela apresenta síndrome respiratória aguda severa, com piora do quadro respiratório, apresentando ainda um pico febril, mantendo quadro hemodinâmico estável. A paciente tem comorbidades que agravam o quadro clínico. Ela está sob cuidados intensivos da equipe multidisciplinar e de todo suporte técnico-científico", diz o boletim médico.

A paciente está internada no hospital público de referência para o vírus em Brasília.