Brasil

Brasileiros recebem mais de uma ligação de spam por dia

Um terço das chamadas é feita por operadoras de telefonia

Agência O Globo

Uma vez ao dia, ao menos, o brasileiro é incomodado por ligações com oferta de produtos e serviços, não solicitados, ou com cobranças de dívidas que, muitas vezes, sequer são suas. Estudo feito pela Truecaller, aplicativo gratuito que permite detectar e bloquear números indesejados, aponta que o brasilerio recebe, em média, 37,5 ligações de spam por mês. Um crescimento de 81% em relação a 2017.

“Neste ano, foram registradas 37,5 chamadas mensais de spam por usuário no Brasil, ou seja, houve um aumento de 81% de contatos telefônicos indesejados. É mais de uma chamada desse tipo para cada dia do mês, o que pode ser traduzido não apenas como um incômodo, mas também como um fenômeno que pode ter efeitos negativos sobre a produtividade de um funcionário ou ao tempo valioso dedicado à família ou aos amigos e que se intensificou no último ano na região”, explica Nick Larsson, responsável pela Área de Novos Negócios e Crescimento da Truecaller.

O Brasil é o primeiro no ranking de contatos telefônicos indesejados, seguido por Chile com 21,9 ligações, México com 20,9, Peru com 19,8 e Costa Rica com 18,5. A maior aumento de ligações, entre os dez países pesquisados foi registradao na Guiana, que teve alta de 380%, de uma chamada ao mês para 4,8. O único caso de queda foi registrada em Porto Rico, tendo passado de 7,9 chamadas por usuário para 5,9, redução de 25%.

O fenômeno, diz a Truecaller, se repete nas mensagens de texto. Quase meta de todos os SMS recebidos pelos brasileiro são spam.

Segundo o levantamento, o aumento de ligações spam e de golpes estão diretamente relacionados à rápida incorporação da tecnologia móvel. De acordo com dados da GSMA Intelligence, 60% dos usuários de telefones celulares já contam com um smartphone.

As operadoras de telefonia (33%) são as maiores fontes de ligações, seguidas por cobranças indevidas (24%) e chamadas indesejadas (21%).