Brasil

Buscas por desaparecidos em Brumadinho são suspensas por conta de forte chuva

Trabalhos já haviam sido interrompidos no domingo por conta da possibilidade de mudança no clima

Agência O Globo

As buscas por desaparecidos em Brumadinho (MG) foram suspensas na madrugada desta segunda-feira por conta de uma forte chuva que atinge a região. Os trabalhos já haviam sido interrompidos no domingo por conta da possibilidade de mudança no clima. Segundo o Corpo de Bombeiros, a precipitação poderia colocar as equipes de resgate em risco, uma vez que a água poderia desestabilizar os rejeitos que permanecem onde ficava a barragem da Vale rompida no último dia 25 e atingir a chamada zona quente.

Foto: Reprodução/Agência Brasil

A volta às aulas nas escolas municipais de Brumadinho, previstas para hoje, foram suspensas. Segundo a Prefeitura, as atividades devem retornar até a próxima segunda-feira. Já o governo estadual manteve o retorno dos alunos aos colégios na próxima quinta-feira. As duas instituições de ensino privadas localizadas na cidade mantiveram o regresso das férias hoje.

Segundo a última atualização das equipes de buscas, 121 pessoas morreram na tragédia, das quais 114 foram identificadas, e 205 estão desaparecidas. Para o Corpo dos Bombeiros, a possibilidade do número de sobreviventes aumentar depois de dez dias é muito pequena.

Ontem, o cardeal arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani Tempesta, rezou uma missa em homenagem às vítimas do desastre de Brumadinho no Cristo Redentor. A estátua foi iluminada nas cores verde e amarelo e, na sequência, as luzes foram apagadas. É a primeira vez que a iluminação do Cristo foi apagada por conta de uma tragédia.