Brasil

Caetano Veloso critica celebração à prisão de Lula e declara voto em Ciro Gomes

Em um post no Instagram, o compositor lembrou da própria prisão durante a ditadura militar

Da Redação, do Correio 24h (redacao@correio24horas.com.br)
- Atualizada em

Caetano Veloso criticou as comemorações sobre a prisão do ex-presidente Lula neste sábado (7). Em um post no Instagram, o compositor lembrou da própria prisão durante a ditadura militar e celebrou a trajetória do político pernambucano.

"Ouvi foguetes no Leblon. Eu me sinto mal se penso que soltam foguetes porque um homem foi preso. Talvez porque eu já tenha sido preso. Não fico feliz nem de ver Eduardo Cunha preso. E olha que ele está a milhões de anos luz de ter sido o presidente do país que saiu do segundo mandato com 80% de aprovação, retirou milhões da miséria e botou o Brasil na capa da bíblia liberal da imprensa anglófona. Detesto a polarização, mas os soltadores de foguete de hoje quase me põem a alma numa dessas bolhas mesquinhas. Recuso-me", disse. 

Caetano declarou ainda intenção de votar em Ciro Gomes nas eleições presidenciais deste ano. "Respiro fundo, espero o tempo andar, presto atenção em Boulos, na adorável Manuela, no anúncio da divina Marina e na chegada de Joaquim Barbosa. Assim vou me preparando para, com mais firmeza, votar em CIRO GOMES, como uma homenagem a Lula, ao FHC do real, aos esforços para engrandecer o Brasil".