Brasil

Candidato a vereador é suspeito de matar companheira a facadas e fugir do local

De acordo com a Polícia Militar, o casal havia se desentendido porque a porta da geladeira estava aberta. Eles discutiram por horas

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br )

No último domingo (18), Roberta Camile Araujo, de 33 anos, foi morta a facadas. O crime aconteceu na cidade de Bandeira do Sul, em Minas Gerais, e o suspeito de cometer o crime é o companheiro dela, Adílio Sérgio Gomes, 40 anos, que é candidato a vereador. As informações são do UOL. 

De acordo com a Polícia Militar, o casal havia se desentendido porque a porta da geladeira estava aberta. Eles discutiram por horas. A filha do casal, de 18 anos, e a mãe do suspeito estavam no local e ouviram toda a discussão e os gritos de Roberta. No boletim consta que quando elas foram ver o que tinha acontecido encontraram Roberta caída e ensanguentada no quintal da residência. 

A vítima foi levada para um hospital, mas não resistiu e morreu. Após o crime, Adílio fugiu, mas deixou a arma do crime no local, uma faca de 15 cm de lâmina. A perícia da Polícia Civil foi acionada. A vítima levou 13 facadas. 

"As nossas viaturas fizeram patrulhamento pela região no dia do crime, mas o suspeito ainda não havia sido encontrado. No nosso sistema ainda não foi acusado nada. Todos nós estamos procurando ele", complementou o sargento da PM, Jonathans.

Testemunhas contaram polícia que o casal brigava constantemente e que a mulher sofria agressões físicas e psicológicas por parte do companheiro. A polícia já pediu a prisão preventiva do suspeito.