Brasil

Casal é condenado por matar três filhos recém-nascidos

Mulher escondia as gestações, não realizava os exames anteriores ao parto e assassinava os recém-nascidos com coautoria do pai das crianças

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Um casal foi condenado pelo Tribunal do Júri de Salto do Lontra (PR) por ter assassinado três filhos recém-nascidos. Os crimes aconteceram nos anos 2010, 2013 e 2016. As informações são do G1 Paraná.

A mãe foi foi condenada a 63 anos e 8 meses de reclusão e o pai a 48 anos e 4 meses de reclusão. Ele foi absolvido do primeiro homicídio.


De acordo com a apuração do G1, na denúncia do Ministério Público do Paraná (MP-PR), a mulher foi acusada de cometer os assassinatos; já o homem foi condenado por instigar, ajustar e determinar os homicídios. De acordo com o documento, antes dos bebês mortos, o casal já tinha outro cinco filhos e não desejam ter outras crianças.

Ainda segundo a denúncia, a mulher escondia as gestações, não realizava os exames anteriores ao parto e assassinava os recém-nascidos com coautoria do pai das crianças.

Em 2018, após uma sequência de denúncias, de acordo com o MP, o casal ainda teve outro filho que foi adotada por outra família, onde foi extinto o poder familiar os pais biológicos.