Brasil

Casal é preso suspeito amarrar, amordaçar e estuprar crianças

Os suspeitos eram responsáveis por cuidar das meninas na ausência dos pais

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Na última quinta-feira (31), um casal foi preso suspeito de amarrar, amordaçar e estuprar duas meninas, de 7 e 9 anos. De acordo com informações do G1 Mato Grosso, o caso aconteceu na cidade de Cocalinho, no Mato Grosso e os suspeitos eram responsáveis por cuidar das crianças enquanto o pai delas trabalhava. Os nomes dos envolvidos não foram divulgados.

Ainda segundo o G1 MT, o pai deixava as meninas com o casal porque trabalhava em uma fazenda e só podia ficar com as filhas aos finais de semana. Os suspeitos não tinham vínculo com a família. As investigações sobre os abusos começou em janeiro deste ano.

Foto: Polícia Civil de Mato Grosso/Divulgação
“Infelizmente a situação das irmãs é um total descaso familiar. O pai e a mãe são separados e o pai ficava com as filhas porque a mãe não tinha condições de ficar com elas. O pai repassou a responsabilidade para a suspeita enquanto ele trabalhava”, explicou o delegado
 Valmon Pereira da Silva, responsável pelo caso, ao G1.

 Os estupros eram cometidos pelo homem com a ajuda da mulher, que amarrava e amordaçava as meninas para não pedirem socorro. “As meninas ficavam meio que jogadas e, após encaminhar a jovem para exame de corpo de delito, foi constatada a violência sexual”, pontuou o delegado.