Brasil

Casal é preso suspeito de espancar bebê até a morte

Criança morreu no mesmo dia que a mãe foi presa

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br )
- Atualizada em

Mãe e padrasto suspeito de espancar até a morte um bebê de 1 ano e 7 meses, identificado como Pedro Henrique Bom Fim Oscar, foram presos na última segunda-feira (16), em Mundo Novo (MS), onde aconteceu o caso. De acordo com a polícia, a criança morreu no mesmo dia que a mãe foi presa. As informações são do G1 MS. 

Um laudo médico mostrou que uma das pernas da vítima apresentava duas fraturas e de acordo com o registro policial a mãe tinha tido aos médicos que o filho teria se afogado em casa, enquanto tomava água. 

Conforme a delegada responsável pelo caso, Allana Zareli, o pai do bebê que não teve o nome revelado, foi impedido pela ex-mulher de ficar com o filho na última sexta-feira (13). 

‘Ele tem guarda compartilhada com a mãe. O pai foi buscar o bebê para ficar com ele no final de semana, mas ela não teria deixado, alegou que a criança estava doente. Então, o pai apenas levou os outros dois filhos, um de 2 e outro de 5 anos", disse a delegada. 

Ao G1, a polícia descobriu que a criança sofreu maus–tratos, com hematomas no corpo todo e uma lesão na região do ânus, o que pode ter ser estupro. Os dois suspeitos permanecem presos e já tem a prisão preventiva decretada.