Brasil

Casal gay é atacado em terminal de ônibus com madeiras e pregos

Suspeito e vítimas chegaram a entrar em luta corporal

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em


Um homem, que não foi identificado, foi acusado de agredir um casal gay enquanto eles esperavam um ônibus no Terminal Capão Redondo, na cidade de São Paulo (SP). A agressão teria acontecido no último domingo (12) e, de acordo com o casal, houve motivação homofóbica. As informações são do G1 São Paulo.

Testemunhas afirmam que o suspeito é vendedor ambulante no terminal. Segundo o boletim de ocorrência do caso, ele se sentiu ofendido ao ver Lucas Trindade, 24 anos, e Caio Costa Souza, 19, se beijando na fila. A atitude dos dois estaria desrespeitando os passageiros da fila, segundo o homem. Houve discussão entre os três e o suspeito teria saído do local fazendo ameaças de morte.

Foto: Reprodução/Arquivo pessoal

Pouco tempo depois, o homem voltou munido de uma madeira com prego e acertou o abdômen de Lucas. O casal conseguiu desarmar o homem e eles entraram em luta corporal. A confusão só terminou quando funcionários do terminal e motoristas separaram a briga e levaram o suspeito embora.

Após a situação, Lucas foi levado para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), onde recebeu ajuda e foi liberado.

Segundo o G1, o caso foi registrado pelo casal Delegacia de Polícia de Repressão aos Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi), vinculada à Divisão de Proteção à Pessoa do Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP).