Brasil

Casal que agrediu criança baiana é indiciado por vias de fato e por constranger o filho

Caso aconteceu no dia 9 de novembro, em um condomínio de luxo localizado em Brasília (DF)

Louise Queiroga, da Agência Brasil

A Polícia Civil do Distrito Federal informou nesta quinta-feira (3) que o casal filmado segurando um menino de 6 anos em um condomínio para que o filho o agredisse foi indiciado por vias de fato, um crime de menor potencial ofensivo se comparado ao de lesão corporal.

De acordo com a delegada Patrícia Bozolan, da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) do DF, essa decisão ocorreu pois o laudo não atestou lesões aparentes na vítima.


O casal também responderá por constrangimento a que o filho foi submetido, ao ser obrigado a bater na outra criança. Este crime está previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente.

"O procedimento é assinar o termo de compromisso de comparecimento à Justiça", afirmou a assessoria da corporação em nota.

Câmeras de segurança do condomínio flagraram o momento em que um menino foi segurado pelos adultos e agredido pela outra criança no dia 9 de dezembro.
Foto: Reprodução
O episódio ocorreu após o filho do casal cair enquanto participava de uma partida de futsal na quadra. Nas imagens, é possível ver o pai segurando a vítima que supostamente o teria derrubado. Ao prender o menino pelos braços, o homem manda o filho agredi-lo no rosto. O vídeo mostra também o momento em que a mãe empurra e agride a criança de 6 anos.