Brasil

Caseiro é acusado de esfaquear patroa que tentou impedir agressão: '8 facadas'

Conforme o relato, o homem empurrou a patroa e a golpeou na barriga e no braço

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br )

Uma mulher, de 56 anos, identificada como Maria Cardoso, morreu após levar cerca de oito facadas. Ela tentou impedir que o funcionário, suspeito de cometer o crime, enforcasse a companheira. O crime aconteceu no último domingo (18), em uma chácara de Luziânia, no Entorno do Distrito Federal. 

De acordo com informações da TV Anhanguera, o suspeito, Juscelino Xavier da Silva, de 53 anos, fugiu do logo após o crime. A vítima foi socorrida e levada para um hospital da região. Ela foi operada, mas não corre risco de morrer. 

Segundo a polícia, no boletim de ocorrência, ao ver o caseiro enforcando a mulher, a patroa pediu que ele a largasse. Ele a soltou, mas, ainda conforme o relato, partiu para cima da patroa, a empurrou, pegou uma faca e deu oito facadas nela, sendo sete na barriga e uma no braço.