Brasil

Chuvas e granizo prejudicam mais de 20 mil pessoas no Rio Grande do Sul

No sábado (10), o governador José Ivo Sartori visitou bairros de Santa Maria, onde 300 famílias tiveram suas casas alagadas

Agência Brasil

A Defesa Civil do Rio Grande do Sul continua em alerta por causa das fortes chuvas e quedas de granizo dos últimos dias no estado. Eventos climáticos que até ontem (9) haviam prejudicado 15.600 pessoas, e hoje (10) as autoridades identificaram mais 4,64 mil gaúchos afetados desde a última quarta-feira (7).

Sobe, portanto, para 20.240 o número de pessoas prejudicadas. De acordo com a Defesa Civil, 46 cidades gaúchas foram mais atingidas, com prejuízos em 2.817 residências. Além disso, 2.015 pessoas estão em abrigos e 1.457 continuam desalojadas.

O estado segue com instabilidade climática, embora não tenha havido eventos novos ao longo deste sábado. O nível dos rios, porém, continua subindo. Hoje, os rios dos Sinos, em São Leopoldo (RS), e o Guaíba, em Porto Alegre, ultrapassaram o nível de alerta. Os prejuízos para a economia do estado aumentam com bloqueios em 12 rodovias e permanecem os alertas de chuvas intensas, riscos de deslizamentos e inundações em parte do estado.