Brasil

Cirurgia de Bolsonaro chega ao fim após cinco horas

Primeiro boletim médico divulgado pela Presidência e pelo hospital diz que o procedimento foi bem-sucedido

Dimitrius Dantas, da Agência O Globo

A cirurgia do presidente Jair Bolsonaro acabou por volta de 12h40, após mais de cinco horas, no Hospital Vila Nova Star, na Zona Sul de São Paulo. O procedimento, que começou às 7h35, foi finalizado às 12h40, segundo a Presidência da República. A cirurgia durou duas horas a mais do que o previsto.

Foto: Wilson Dias/Agência Brasil
O primeiro boletim médico divulgado pela Presidência e pelo hospital diz que o procedimento foi bem-sucedido. O documento segue com a afirmação de que "o paciente fará sua recuperação no apartamento e apresenta quadro clínico estável".

Por orientação médica, explicam os médicos no boletim, Bolsonaro estará com visitas restritas no momento. A partir de segunda-feira, a alimentação dele deverá seguir dieta líquida, conforme afirmou o cirurgião Antônio Luiz Macedo em coletiva de imprensa concedida após o procedimento junto ao porta-voz da Presidência Otávio Rêgo Barros.

Esse é a quarta operação à qual Bolsonaro é submetido após o atentado a faca sofrido há um ano e dois dias, em 6 de setembro de 2018, antes do primeiro turno da eleição. Dessa vez, Bolsonaro deu entrada no hospital na noite de sábado. Três filhos dele (Flávio, Carlos e Eduardo) estão na unidade de saúde para acompanhá-lo neste domingo.


A cirurgia foi realizada pelos médicos Antônio Luiz de Macedo e Leandro Echenique.

O vice-presidente Hamilton Mourão vai assumir a Presidência pelos próximos cinco dias. A expectativa é que Bolsonaro fique internado por até dez dias, mas seus médicos admitem que o ele pode deixar o hospital antes dessa estimativa. Rêgo Barros afirmou que o hospital dispõe da estrutura adequada para que o presidente possa improvisar um gabinete para despachar ainda durante a internação.