Brasil

Cliente assedia atendente de restaurante e recebe refeição crua

Depois de receber o pedido, o cliente enviou uma foto da refeição, reclamou que havia pedaços de frango cru e pediu para falar com o dono do estabelecimento

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br )

O dono de um restaurante em Porto Velho (RO), Jeferson Tavares resolveu responder um cliente, que assediou uma funcionária do estabelecimento, de forma inusitada na entrega do pedido e o caso viralizou na web. O cliente recebeu um prato de frango cru. 

De acordo com os prints da conversa que foram divulgados nas redes sociais, a funcionária Gabriela Tavares, recebeu o pedido e perguntou  qual o ponto que o homem gostaria que estivessem seus espetinhos de coração de galinha e asas de frango. Ele respondeu com mensagens de cunho sexual:  “Olha, linda, se a galinha tivesse uma voz suave e gostosa como a sua, poderia ser até ‘crua’, se é que você me entende”. 

Gabriela respondeu com um emoji demonstrando constrangimento e o homem continuou com o assédio: "Vou deixar você escolher o ponto pra mim, tá? Tenho certeza que você sabe o ponto que eu gosto". 

Em entrevista ao UOL, Jeferson contou que percebeu o desconforto de Gabriela, que também é sua esposa, com as mensagens e resolveu ver o que aconteceu, quando viu a conversa com o cliente ele disse que ficou revoltado e teve a ação de  preparar uma marmita com as asas de frango e os corações crus. "Foi instintivo", revelou. 

Depois de receber o pedido, o cliente enviou uma foto da refeição, reclamou que havia pedaços de frango cru e pediu para falar com o dono do estabelecimento. 

Foto: reprodução

Jeferson respondeu o cliente em tom de ironia: "Fico feliz que tenha recebido seu pedido conforme solicitou. Reza a lenda que esta galinha antes de morrer falou 'pó pó pó' com a voz suave e gostosa, se é que você me entende". 

No meio da conversa, Jeferson explicou ao cliente que o pagamento do pedido foi estornado e que ele deveria ter mais respeito às mulheres. "Se quiser, posso ir aí pegar seu pedido de volta, mas vou com a polícia", finalizou o comerciante.

Ainda de acordo com o UOL, momentos depois, o cliente pediu desculpas à atendente. Jeferson também falou para reportagem sobre a resposta que enviou para o cliente. 

"Não é porque isso foi com minha esposa. Até porque, quando estamos no restaurante, é cada coisa em seu lugar. Ali, ela é minha colaboradora e atendente, mas eu precisava, por uma simples questão de dignidade humana, responder isso para ele", esclareceu o empresário. 

Após a repercussão do caso, o dono do estabelecimento resolveu falar sobre o ocorrido pelo Instagram. Assista: