Brasil

Com câncer, fã é escolhida para ver Sandy e Junior, mas não poderá ir a show

Por causa da doença, ela teve que vender seus ingressos e não poderá ir ao show, mas espera poder encontrar a dupla antes da apresentação

Agência O Globo
- Atualizada em

Ser escolhida para ver Sandy e Junior no camarim é uma surpresa e tanto para quem é fã da dupla. Heloísa Cruz está entre os dez fãs que conhecerão a dupla antes do show de Belo Horizonte, em Minas Gerais, no próximo sábado (17). Lutando contra um câncer de esôfago descoberto há um pouco mais de um mês, a mineira recebeu a boa notícia enquanto estava internada no hospital, recuperando-se de uma infecção decorrente da quimioterapia.

Foto: Reprodução | Instagram

Heloísa planejava comemorar seu aniversário no show de Sandy e Junior, mas viu seus planos mudarem ao receber o diagnóstico. Por causa da doença, ela teve que vender seus ingressos e não poderá ir ao show, mas espera poder encontrar a dupla antes da apresentação. Com imunidade baixa, a fã deve evitar aglomerações de pessoas para evitar se expor a vírus e bactérias, além do desgaste físico.

— Torço para que os compradores curtam o evento com toda alegria que eu e meu marido curtiríamos.

A mineira, porém, confessa que ficou muito triste por não poder ir à apresentação:

— Viveria a nostalgia gostosa dos tempos da dupla! Por alguns segundos, tive preguiça de enfrentar todo o tratamento, mas me dei conta de que a vida é assim mesmo, abrindo mão aqui para ter sucesso ali.

Porém, ao ser escolhida para o camarim, a tristeza deu lugar à animação:

— Foi maravilhoso! Eu não esperava... Só não dei pulos de alegria porque estava deitada na cama do hospital, mas vibrei muito.

Esperançosa e cheia de garra, a fã já se visualiza saudável e comemorando a cura ao som de Sandy e Junior:

Heloísa compartilhou sua história nas redes com o objetivo de dar força e esperança para os que passam pela mesma situação que ela. A fã, hoje com 31 anos, nasceu em Janaúba, no interior de Minas Gerais. Ela conta que é fã de Sandy e Junior desde a infância.

— Fazia o dever de casa bem rápido para poder dançar na frente da TV, aprendia as coreografias, cantava... Resumidamente, eu me achava a própria Sandy. Eu me penteava como ela, queria roupas parecidas com a dela — conta a fã: — Eu me lembro das apresentações de dança na escola, em uma delas eu escolhi dançar "Splish splash" e em outra dancei ao som de "Inesquecível".

Não é a primeira vez que Heloísa recebeu a notícia de uma câncer. Aos 12 anos, ela foi diagnosticada com um linfoma de Hodgkin e encontrou nas músicas da dupla uma forma de enfrentar a doença.

— Foram tempos difíceis. Os cabelos caíram. A imunidade, também. Escutava "Olha o que o amor me faz" no discman e ficava imaginando como seria quando o primeiro amor chegasse.

Heloísa conseguiu vencer o linfoma e, anos depois, casou com seu primeiro amor. Depois de cinco anos de matrimônio, resolveram ter o primeiro filho. Após diversas tentativas, recorreram a uma especialista e descobriram que eram pouco férteis. O casal resolveu tentar a fertilização, só que, então, a vida resolveu pregar uma outra surpresa, segundo Heloísa. Ela descobriu que tinha um câncer no esôfago.

— Por várias vezes pedi a Deus que nos abençoasse, que conseguíssemos mais embriões para implantar. Só agora entendo por que não aconteceu. Combater um tumor com uma gravidez em andamento seria o maior dos dilemas, eu teria que escolher entre meu filho e minha saúde. Ainda bem que não deu certo. A maternidade é uma incerteza, um sonho que talvez eu não realize, mas ainda assim eu agradeço a Deus por ter o poder de me escolher sem culpa.