Brasil

Com sintomas de gripe, Papa Francisco passa mal e cancela compromisso em Roma

Pontífice de 83 anos cumpriu agenda em sua residência no Vaticano e apresentou sintomas de gripe

Agência O Globo

O Papa Francisco está "ligeiramente indisposto" e cancelou um evento na basílica de Roma, mas está cumprindo o restante da agenda em sua residência, informou o Vaticano nesta quinta-feira. Ele estaria gripado.

"Por causa de uma ligeira indisposição, ele preferiu ficar em Santa Marta", disse o Vaticano, referindo-se à casa de hóspedes onde o Pontífice de 83 anos mora. "Todos os outros compromissos irão em frente normalmente", acrescentou o porta-voz Matteo Bruni.

Era prevista uma visita do Papa à Basílica de São João de Latrão na manhã desta quinta-feira para um serviço quaresmal com padres romanos.

O Vaticano divulgou uma foto do papa e do cardeal Antonio Tagle, um filipino que acaba de assumir um cargo novo no Vaticano, reunidos na manhã desta quinta-feira com membros do Movimento Climático Católico Global, um grupo ambientalista internacional. A reunião ocorreu em um edifício situado a poucos passos da casa de hóspedes.

O Papa parecia estar gripado e falou com uma voz ligeiramente rouca em sua audiência geral na quarta-feira. Francisco também tossiu durante um serviço da Quarta-Feira de Cinzas realizado em uma igreja romana na parte da tarde.

O Pontífice não tem parte de um pulmão, que foi retirada quando ele tinha em torno de 20 anos e morava em Buenos Aires, por causa de uma tuberculose, de acordo com o biógrafo Austen Ivereigh.

Ele também sente dores na perna por causa do nervo ciático, o que o obriga a fazer fisioterapia frequente e explica sua dificuldade ocasional ao subir degraus. Mas, no geral, o Papa está com boa saúde e suportou cerca de quatro viagens internacionais exigentes a cada ano desde que foi eleito em 2013.

Alguns serviços da Quarta-Feira de Cinzas foram cancelados ou limitados em áreas do norte da Itália atingidas pela disseminação do coronavírus. Mais de 400 pessoas contraíram a doença e 12 morreram no país, o pior contágio de coronavírus registrado na Europa até o momento.

Várias pessoas foram à Praça de São Paulo para a audiência de quarta-feira com máscaras, mas só uma pessoa foi vista usando uma durante o serviço da Quarta-Feira de Cinzas conduzido pelo Papa.