Brasil

Considerada decisiva, Tia Eron vota a favor da cassação de Cunha

Para evitar pressões, a deputada baiana passou os últimos dias isolada

Redação Correio24h (redacao@correio24horas.com.br)

A deputada federal Tia Eron (PRB-BA), que era um voto considerado decisivo no Conselho de Ética, votou a favor da cassação do presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), seguindo o parecer do relator Marcos Rogério (DEM-RO). O relatório foi aprovado por 11 votos a 9.




Tia Eron (Foto: Agência Câmara)


A deputada disse que votava com sua consciência e defendeu seu partido, que segundo ela não é "balcão de negócios". Tia Eron também fez críticas à imprensa por ter julgado que ela votaria a favor de Cunha antes da hora.

"A minha consciência, é nela que moram os valores, é nela que reside a verdade", afirmou. "Eu não sou estrela, sou dada ao trabalho, (...) mas quero recomendar à imprensa a leitura de Umberto Eco e Darcy Ribeiro quando falam da desconstrução do óbvio", disse, questionando quem estava ganhando com as manchetes do caso.

Na semana passada, adversários de Cunha acusaram o governo de agir junto ao PRB para votar a favor do peemedebista, o que foi negado pelo Planalto. Tia Eron, na semana passada, se ausentou de uma discussão da comissão e se tornou alvo de comentários por todo Brasil. Para evitar pressões, depois disso ela se isolou.

Correio24horas