Brasil

Correios informam que não há como cumprir prazos de entrega

Nesta terça-feira (29), a população já sente os efeitos da desmobilização da greve

Agência O Globo
Os Correios informaram que não há como cumprir os prazos de entrega dos objetos postais por conta da paralisação dos caminhoneiros em todo o país. A empresa, no entanto, não informou quanto tempo será necessário para regularizar os serviços, após o fim do movimento. Nesta terça-feira (29), a população já sente os efeitos da desmobilização da greve.
Ainda de acordo com a empresa, estão comprometidas as entregas das modalidades de serviço internacional, Sedex, PAC, malote, carta, FAC, impresso, mala direta, Correios Entrega Direta, remessas econômica/expressa, telegrama nacional e carta nacional via internet.