Brasil

Cozinheiro é preso por dopar e estuprar 11 homens

"Ele levava as vítimas para um local, no Parque da Cidade, que é famoso por encontros de homossexuais que fazem sexo ao ar livre", explicou o delegado

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br )

Nesta quinta-feira (8), um cozinheiro de 41 anos, identificado como João Batista, foi preso suspeito de dopar e estuprar homens no Parque da Cidade, em Brasília. De acordo com a Polícia Civil, ele já fez, pelo menos 11 vítimas no golpe "boa noite, Cinderela". As informações são do G1. 

Segundo o delegado Maurício Iacozzilli, da 1ª Delegacia de Polícia da Asa Sul, depois de estuprar as vítimas, o agressor roubava os pertences. Para a polícia, o cozinheiro praticava os crimes desde 2008, e as vítimas tinham entre 16 e 40 anos. "Ele levava as vítimas para um local, no Parque da Cidade, que é famoso por encontros de homossexuais que fazem sexo ao ar livre", explicou o delegado ao G1. 

A polícia encontrou três frascos da medicação e dois celulares produtos de roubo nas buscas realizadas na casa do cozinheiro. Ele vai responder por roubo circunstanciado e estupro de vulnerável. Se condenado, pode pegar uma pena de mais de 30 anos de prisão.