Brasil

Cursinho preparatório usa vídeo com sugestão de estupro para vender aulas e causa polêmica

Após a repercussão negativa, a publicação foi excluída das redes sociais

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br )

O curso preparatório Estratégia Concursos utilizou o perfil no Instagram para fazer uma postagem para vender pacotes de aula e causou polêmica na web com a escolha do vídeo ilustrativo. A publicação mostrava homens negros sem camisa carregando uma mulher branca, aparentemente seminua, em referência às dificuldades enfrentadas pelos candidatos de concursos públicos. 

No post, os homens negros representam os examinadores do Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), antigo Cespe, e a mulher representa os concurseiros. 

A propaganda levantou uma repercussão negativa. Os internautas criticaram a publicação por sugerir estupro e ter teor racista e machista. O post foi deletado dos perfis do curso. 

Foto: reprodução

Em contato com a equipe de reportagem do G1 Distrito Federal, a Estratégia Concursos lamentou o ocorrido: "a intenção não foi, em nenhum momento, ofender e desrespeitar ninguém, por isso, poucos minutos depois retiramos a postagem do ar". 

Já o Cebraspe, por meio de nota ao G1 DF, disse que considera inadmissível o ocorrido. "Enquanto instituição que presta serviços para a sociedade e tem como um de seus valores o respeito ao ser humano, considera inadmissível que uma entidade de ensino promova esse tipo de conteúdo ofensivo em seus canais de comunicação".

Confira na íntegra o posicionamento da Estratégia Concursos sobre o ocorrido, que foi enviada ao G1. 

"A Estratégia Concursos, empresa que oferece cursos online com foco na preparação para concursos públicos, sente muito pela publicação realizada no dia 11 de maio em uma de suas redes sociais. Nossa intenção não foi, em nenhum momento, ofender e desrespeitar ninguém, por isso, poucos minutos depois retiramos a postagem do ar. Não compactuamos com qualquer ato preconceituoso ou de violência e a instituição está tomando medidas internas para que esse tipo de situação não ocorra novamente.


A Estratégia Concursos já auxiliou mais de 1 milhão de alunos desde sua fundação, para nós, isso é motivo de orgulho. Por isso, reiteramos nosso pedido de desculpas a todos que fazem parte da sua história e a todos que se ofenderam com a publicação."