Brasil

Delegada diz que vai intimar Felipe Prior a depor na próxima semana

Investigação tem levado em conta as denúncias das três primeiras mulheres

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

A delegada Maria Valéria Pereira Novaes da 1ª Delegacia de Defesa da Mulher de São Paulo disse, em entrevista à Marie Claire, que Felipe Prior, ex-participante do "Big Brother Brasil 20", será intimado a depor pela investigação de estupro na próxima semana. A delegada desmentiu ainda que o arquiteto possa ser preso a qualquer momento.

"Não existe nenhuma possibilidade de eu pedir a prisão dele. Não tem nem porquê, ao menos não pelo que temos até então. Esse caso em particular depende muito do que o Ministério Público e a Justiça entender o que é cabível. Inclusive porque os supostos crimes são mais antigos [teriam acontecido em 2014, 2016 e 2018]. Tem que haver uma motivação - ameaças, por exemplo - para eu pedir prisão. No momento estamos na apuração dos fatos e na junta de elementos. A Polícia Civil não tem interesse algum em pender para um lado ou outro. Não fazemos juízo de valor. Meu papel é investigar e entregar tudo para a apreciação da Justiça", disse a delegada.

A investigação tem levado em conta as denúncias das três primeiras mulheres. Uma quarta procurou a mesma advogada de acusação para relatar que também foi estuprada pelo arquiteto, como adiantou o EXTRA. Esta última não está sendo levada em consideração, ainda.

"Ela não está na ficha crime que nos encaminharam. Por enquanto, não está no inquérito que presido. O que sei é que essa nova vítima apareceu depois da reportagem publicada por vocês", disse Maria Valéria, à Marie Claire.