Brasil

Deslizamento de terra atinge duas casas e deixa sete mortos

Três pessoas ainda se feriram

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em


Um deslizamento de terra atingiu duas casas durante a madrugada desta terça-feira (24) na Zona Norte do Recife (PE). Até o momento, foram registradas sete mortes e três pessoas feridas.

O Corpo de Bombeiros informou ao G1 PE que o deslizamento aconteceu às 2h55 desta terça. "Quando eu cheguei, estava a casa destruída, entrei em desespero. Começamos a cavar e tirar os destroços de cima", contou um vizinho das vítimas que ajudou no resgate.

Foto: Reprodução/TV Globo

Entre os sete mortos, estão cinco adultos, uma criança e um bebê. Os bombeiros ainda buscam por duas mulheres desaparecidas nos escombros. "Nós trabalhamos com a possibilidade de que as pessoas desaparecidas estejam vivas. Em um deslizamento, o material se compacta, sendo mais fácil ter bolsas de ar favorecendo que as vítimas permaneçam mais tempo respirando, então a possibilidade realmente existe", explicou ao G1 o major Anderson Barros, do Corpo de Bombeiros.

O Corpo de Bombeiros afirmou ao G1 em nota que "não pode determinar as causas do acidente". Como não chovia no momento, uma possibilidade trabalhada é o de dois canos de saneamento que estouraram e vazaram no local terem provocado o deslizamento.

"Pode ter havido o rompimento. O abastecimento de água da região realmente aconteceu ontem [segunda, 23], mas o rompimento não foi causado pelo rodízio. Estava sendo abastecido no momento do desastre", afirmou um gerente da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) ao G1.
Foto: Reprodução/TV Globo

Vítimas
Entre as vítimas fatais da tragédia estão Emanuel Henrique de França (25 anos), Érica Virgínia (19), Érick Júnior (2 meses), Lucimar Alves (50) e Daffyne Kauane Alves (9). Outras duas mulheres, que estavam desaparecidas, ainda não tiveram a identidade revelada.

Em relação ás vítimas com vida, Luiz Tadeu Costa (56) recebeu alta no início da manhã. Cristina
Gomes da Silva (43) teve escoriações e apresenta quadro clínico estável. Já Otoniel Simião da Silva (57) não teve o quadro de saúde divulgado até o momento.